Tudo o que precisa de saber sobre os nossos melhores amigos!
25.2.09

Se a minha paixão por Labradores ainda não foi evidente o suficiente então eu volto a evidenciá-la. Eu vivo para os cães mas o meu grande amor são os Labradores. São mesmo a minha paixão!

A minha mãe há dois anos ofereceu-me o livro "Marley e Eu" mas eu nunca me dediquei à sua leitura por esquecimento ou por falta de tempo. Finalmente, há uns dias comecei a lê-lo e estou a ADORAR! Farto-me de rir com as patifarias que ele faz e quando dou conta, já passei pela maioria delas com o Rufus. Até me assusta! Um dos capítulos iniciais descreve nas maiores das perfeições os Labradores (vide página 36, 37, 38 e 39).

Para quem quiser adquirir um exemplar, tem de ter em mente esta vitalidade e energia inesgotável da raça.  Exigem muito do dono no que toca a necessidade de exercício e de dedicação mas compensa bem o trabalho e o tempo empregue. Eu não podia ser mais feliz com o Rufus e ele dá-me alegrias todos os dias da semana, sem excepção! E posso dizer, sem exagerar, que é um dos amores da minha vida!

 

 

ruffus, às 17:10  comentar

24.2.09

E o prémio de melhor dorminhoca do Mundo vai para: INDIE! É incrível como a Indie consegue dormir em qualquer altura e em qualquer posição. Ressona, rebola, suspira, enfim... vida de cão é difícil! E como se não bastasse está sempre colada ao aquecedor. Temos de estar sempre a vigia-la porque tenho medo que ela se queime. Até parece um gato!

 

  

  

ruffus, às 23:01  comentar

Contrariamente aos anos anteriores, este ano tivemos sol no dia de carnaval. Foi mais um dia de brincadeira. Foi dia de limpezas, outra vez, depois do passeio. Depois de tanto pensar, finalmente consegui arranjar disfarces para os piolhos. Que fofos!

 

   

 (a Indie de bata do coleginho)                  (o Rufus disfarçado de "cool dog")

ruffus, às 22:41  ver comentários (1) comentar

23.2.09

E para comemorar o dia de Carnaval, eu não poderia deixar de fotografar o Rufus e a Indie disfarçados.

 

FOTOS MUITO BREVEMENTE!

 

 

ruffus, às 18:11  comentar

18.2.09

Podemos especular o que quisermos mas tenho 90% de certezas que a Lilo foi abandonada. Parece conhecer mais ou menos as regras de casa e é muito obediente.

Uma das grandes causas de abandono das cadelas é o facto de estas engravidarem. Os donos ficam sem saber o que fazer com os cachorros e então acabam por descartar a fêmea. Para que estas situações se evitem, o melhor a fazer é esterilizar as cadelas o mais cedo possível. Isto é, por volta dos 6 meses e após o primeiro cio (estro). Assim a probabilidade de surgirem ninhadas indesejadas fica reduzida a zero.

Aconselho, então, que esterilize o seu cão, cadela, gato, gata, coelho/a, etc!

A cirurgia tem um pós-operatório relativamente fácil e, a longo prazo, fica muito mais barato que a administração de contraceptivos. A cirurgia diminui também o risco de aparecimento de tumores nas cadelas e diminui a tendência dominante nos cães. Quanto a efeitos secundários, apenas está provado que pode levar a um pequeno aumento de peso nas fêmeas, que pode ser controlado com uma ração específica, ou não, se não for necessário. Nos machos não há efeitos secundários apesar de haver muitos mitos em relação a estes.

 

 

ruffus, às 15:48  comentar

Ontem por volta das 17 horas fui ter com a minha irmã à escola dela. Enquanto esperava pela minha irmã ao portão da escola, vi uma cadelinha que estava rodeada de crianças. Assim que pude, chamei-a para a minha beira e era evidente que estava prenha. A barriga estava bastante saliente apesar de ainda não ter leite. O meu coração partiu-se e não consegui deixá-la lá. Pedi a umas meninas que me tomassem conta dela enquanto que fui comprar uma trela, de emergência, a uma clínica que está muito próxima da escola. Coloquei-lhe a trela e "arrastei-a" para a clínica veterinária onde estou a trabalhar.

A Lilo tinha a pelagem muito suja e estava muito apática.

Logo que cheguei, a Lilo foi examinada pela Dra. Isabel Madureira (a veterinária exemplar e muito simpática com quem tenho o grande prazer de trabalhar) que também se apaixonou imediatamente por ela. A temperatura da Lilo estava um pouco baixa (37, 7 ºC) mas a auscultação correu muito bem. De seguida, demos-lhe banho uma vez que a sujidade era imensa, assim como o odor. Foi muito bem seca e depois aplicámos-lhe a pipeta (para parasitas externos) e o comprimido (para parasitas internos). Verificámos se a Lilo tinha microchip (OBRIGATÓRIO) mas o detector não acusou.

Pusemos ao dispor da Lilo água e ração para cachorros, já que estava subnutrida e vai ser mamã, necessitando de mais nutrientes que o normal. Acomodámo-la para a noite e fomos para casa.

Hoje quando cheguei à clínica a Lilo ainda dormia e, por isso, tive de a acordar para ela dar o seu passeio matinal.

 

 

Agora que a Lilo está instalada e cuidada, vamos aguardar que ela tenha os filhotes para a podermos esterilizar.

 

(a barriga da mamã)

 

Se puder apoiar-nos monetariamente para ajudar a pagar o tratamento da Lilo e dos seus bebés ou a sua  esterilização POR FAVOR ligue para o 964740708 ou 969424601.

A Lilo está hospedada na Clínica Vetrinária S. João - BRAGA e esperamos que encontre nova família.

 

SE QUISER ADOPTAR A LILO BASTA LIGAR PARA UM DOS NÚMEROS ACIMA INDICADOS

 

ruffus, às 11:02  comentar

16.2.09

 

 

ruffus, às 16:54  comentar

15.2.09

Na verdade temos tido muita sorte com o tempo e, mais uma vez, o Rufus e a Indie andaram na "cowboiada". O sol deixa a Indie sonolenta e o Rufus com maior vontade de brincar! Que dois! Mas para mim é uma grande alegria quando vejo os dois na brincadeira (bruta)!

 

 

 

Na altura da paparoca do Rufus, a Indie vem tentar a sua sorte mas, na maioria das vezes, nem sequer consegue cheirá-la porque o Rufus devora-a!

 

 

 

 

ruffus, às 12:59  comentar

O dia de ontem foi absolutamente magnífico: o tempo estava óptimo, tudo estava de bom humor e assim, pudemos passar muito tempo juntos (eu, o Rufus e a Indie).

Estendi uma manta no meu jardim e passámos algumas horas na brincadeira.

 

 

 

 

 

 

Ontem também foi dia das "limpezas". As escovas entraram ao serviço e a Indie e o Rufus ficaram com o pêlo escovado. Também era dia de limpar ouvidos e, como sempre, de limpar os olhos remelosos do Rufus.

 

 

 

Depois de ambos passearem, chegaram a casa estourados e acabaram por adormecer de cansaço. A Indie só acordou à hora do jantar!

 

ruffus, às 12:40  comentar

11.2.09

Hoje foi dia de colocar uma nova Scalibor no Rufus. A antiga já estava a perder a eficácia e convém manter os nossos cães plenamente protegidos contra a Leishmaniose (entre outras doenças). De 4 em 4 meses renovo a coleira tanto no Rufus como na Indie.

Na minha cidade, no ano passado, o número de casos aumentou exponencialmente, aumentando também a preocupação dos donos e dos respectivos veterinários. O Rufus usa a Scalibor diariamente e assim sei que permanece protegido contra esta doença. Apesar de ter mais incidência nos cães, a Leishmaniose é também uma zoonose (é transmissível ao Homem). Só se propaga através de uma espécie de mosquito (Phlebotomo), isto é, só podemos ser afectados se este mosquito nos picar e não se tocarmos no nosso cão, caso esteja infectado. Mais uma razão para protegermos os nossos animais!

    

 

ruffus, às 16:13  comentar


 
mais sobre mim
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

17
19
20
21

22
26
27
28


links
recados para orkut

Aniversário do Rufus
Aniversário da Indie
Leitura Canina
Bem-vindos!

Get a Voki now!

Visitas
subscrever feeds
blogs SAPO